Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Forproext propõe novas diretrizes de atividades curriculares de Extensão para Rede Federal
Início do conteúdo da página
Notícias

Forproext propõe novas diretrizes de atividades curriculares de Extensão para Rede Federal

Encontro de Pró-reitores de Extensão da Rede Federal ocorreu de 27 a 29 de agosto em Brasília

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 02/09/2019 às 14:00
  • Última modificação 02/09/2019 às 14:16
Encontro de Pró-reitores de Extensão (Forproext) ocorreu de 27 a 29 de agosto em Brasília
Encontro de Pró-reitores de Extensão (Forproext) ocorreu de 27 a 29 de agosto em Brasília
Crédito: Assessoria de Comunicação do Conif

O Fórum de Pró-Reitores de Extensão (Forproext) finalizou, nesta semana, a proposta de atualização das diretrizes de atividades curriculares de Extensão das instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O texto será encaminhado para o Fórum de Dirigentes de Ensino (FDE), que dará continuidade ao trabalho até que seja entregue ao Pleno do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

A proposta, fruto de um trabalho intenso de pesquisa e debates no âmbito do Forproext, leva em consideração as interações dos estudantes com as realidades vividas na região onde a unidade de estudo está inserida e tem como finalidade a melhora na formação do aluno.

“O currículo é uma estrutura de execução contínua que precisa ser sempre aperfeiçoada. Esse projeto não terminou. Ainda há um longo caminho a ser percorrido e abrange pautas de outros fóruns do Conif”, explicou o coordenador do Forproext e pró-reitor de Extensão do Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes), Renato Tannure. Ele ressaltou ainda a importância da atualização do currículo para a construção de novas relações entre escolas, alunos e mercado profissional. 

Reunido em Brasília de 27 a 29 de agosto, na sede do Conif, o grupo também trabalhou nas definições de indicadores das ações de Extensão. Os subsídios coletados serão incluídos em uma ferramenta similar à Plataforma Nilo Peçanha (PNP), do Ministério da Educação (MEC). “Nosso objetivo é que esses dados sejam utilizados como ferramentas de gestão e deem visibilidade às atividades de Extensão”, explicou Renato.

Fonte: http://portal.conif.org.br/br/component/content/article/84-ultimas-noticias/2940-forproext-propoe-novas-diretrizes-de-atividades-curriculares-de-extensao-para-rede-federal?Itemid=609



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página